Casa Quinta do Desembargador

O Loteamento Urbano da Quinta do Desembargador no Vale Flor – Feijó, é um loteamento peculiar caracterizado por lotes de dimensão reduzida, induzindo a construções compactas que não potenciam relações com o exterior dos lotes. Mas é dos constrangimentos e limitações dos terrenos que surgem as melhores soluções e foi com essa mentalidade que abraçamos o desafio.

Tendo em conta as premissas que nos transmitiram – ao nível do programa e linguagem espacial, assim como a orientação do terreno e as limitações de área, o conceito que adoptámos tira partido da modulação de um bloco compacto, no qual se estabelece um jogo de cheios e vazios, tanto no interior como no exterior, do qual se pretende tirar o máximo proveito das relações entre esses dois domínios.. Como resultado desta abordagem, aparentemente temos a ilusão de estarmos perante uma construção “maciça” mas que à medida que percorremos os espaços, essa ideia desvanece rapidamente e somos transportados para ambientes de enorme riqueza espacial, no qual a orientação solar foi preponderante no jogo formal.

No final o resultado traduz-se num edifício de linhas puras e equilibradas, onde se procurou uma solução elegante e contida nos custos. Uma moradia distinta do que se encontra nas redondezas, devido à clareza das formas e materiais, e que se irá destacar de forma positiva devido à sua forte personalidade.

Da nossa autoria:

  • Arquitectura, Design de Interiores

Localização:

  • Almada, Portugal

Início / conclusão:

  • Janeiro 2019 / em desenvolvimento

Área de Intervenção:

  • 240 m²

Cliente:

  • Particular